Budismo sem crenças

Reli Budismo sem crenças – a consciência do despertar, de Stephen Batchelor (Palas Athena, 2005, 161 p., tradução de Carlos Alberto Inada), cumpre a proposta do título: explanar sobre um budismo agnóstico, sem mitos, sem divindades auxiliares. Não trata da história de Sidarta Gautama e da expansão da doutrina budista.

Batchelor, que exerceu o monasticismo tibetano na Índia e depois a linha zen, na Coréia, expõe os conceitos básicos de desligamento do ser humano do mundo de ilusões que o impede de “despertar”.

Aborda, dentre outros, aspectos da angústia, morte, determinação, integridade, transformação, vacuidade, compaixão, liberdade, imaginação.

A escrita não é repleta de termos que dificultam a leitura para leitores leigos, tentando exibir erudição para enganar, e muitas vezes apenas uma página pode ser lida como um todo.

Um livro pequeno, sério, muito mais interessante do que livros auto-ajuda mística que abundam em prateleiras de livrarias e sebos.

Link para versão em inglês, pdf, do livro:
https://terebess.hu/zen/mesterek/Buddhism-Without-Beliefs.pdf

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s