Ingmar Bergman

Ingmar Bergman (1918-2007) era diretor de cinema sueco. Mas, a editora Nórdica publicou os livros que se relacionam com os filmes, e eram muito bons.
Ao contrário de vários outros livros ou roteiros, o trabalho escrito era muito bem elaborado, e atendia o que havia de ser retratado na tela do cinema.
Poucos diretores de cinema tiveram essa boa sorte, pois muitas vezes o trabalho na tela era inferior ao feito em papel, ou vice-versa.
Fizeram parte desses trabalhos os livros / filmes:

  • Gritos e Sussurros
  • A hora do lobo
  • A hora do amor
  • O ovo da serpente
  • Sonata de outono.

Leitura simples, ágil, com o “gosto de angústia” que era marca registrada da filmografia de Bergman.
Não decepciona os fãs do diretor.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s