Não vou poder falar mal desse livro…

Li um dos piores livros que já podia ter sido publicado no Brasil.
Não posso, porém, falar mal dele aqui para vocês.
Os herdeiros vão me processar.
A associação de magistrados vai me condenar por eu ter duvidado de Sua Omnisciência.

Assim funciona o Brasil…

Posso apenas comentar que se trata de um livro sobre história (no caso, devem ser historietas da imaginação senil do autor), e que o livro não deve ter passado por qualquer tipo de revisão – nem de estilo nem muito menos de conteúdo.

A única observação que posso fazer é que deve sido piada o autor afirmar que o Cerco da Lapa, durante a Revolução Federalista, ocorreu no Rio de Janeiro, e não no município paranaense. Um errinho bobo de pouco mais de 900 km, e eu implicando com isso…
Acho mesmo que eu posso não estar bem informado, e não me lembre que a manifestação de black-blocs pichadores nos Arcos da Lapa ficou conhecida como o Cerco da Lapa…

Pois é, será que a livraria que teve o descaso de colocar à venda esse livro, sem qualquer preocupação com o conteúdo, faria o reembolso, com juros e correção monetária, pelo que eu paguei? Ela não é a “melhor do país”? Não tem zilhões de empregados (perdão, colaboradores) especializados?

A liberdade de expressão serve para editoras, mas não para comentaristas de livros…
É o poder de quem tem mais dinheiro.

Oremos pelas pobres árvores derrubadas para produzir pasta de papel que foi  infectada com tinta,
para perpetuar as sandices do nobilíssimo autor que já virou nome de rua.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s