Despedida em Veneza

Despedida em Veneza, de Louis Begley (Planeta DeAgostini, 2004, R$ 16,90, 222 p. – Mistler’s Exit, título original), foi escrito em 1998, e narra a história de um grande empresário do mundo da publicidade de Nova York, que descobre estar com câncer e decide viajar a Veneza, para ficar a sós e pensar na vida – passado, presente e futuro.

O livro gira em torno do personagem principal, Mistler, e suas lembrança com o pai, a amante francesa deste, a mulher e o filho que pouco vê, a vida profissional em Nova York, e o encontro casual em Veneza com pessoas conhecidas.

Todo escrito em terceira pessoa, embora se trate de narrativa de primeira pessoa, o livro oferece leitura ágil, está bem traduzido, e dá pinceladas do mundo de gente rica, preocupada ou fútil, e a tomada de personalidades escondidas pelas próprias pessoas, o que foi vivido pelo próprio autor do livro, que com a mãe viveu na Polônia ocupada pelos nazistas fingido serem católicos.

As histórias vão se alternando entre lembranças da juventude, o início da carreira profissional e a vida aos 60 anos do personagem Mistler. O livro, embora escrito em 1998, não é datado, mas percebe-se que se passa na década de 1980, uma época do mundo com fax, e ainda sem internet, com valores em transição.

Não é uma obra imperdível, mas Despedida em Veneza não desaponta o leitor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s