O Piano e a Orquestra

O Piano e a Orquestra, escrito em 1996 pelo jornalista indenizado Carlos Heitor Cony (Coleção Grandes Escritores da Atualidade, editora Planeta DeAgostini, 2004) é uma prova de que a fama do autor só se faz pelos relacionamentos que ele mantém.

Até seria possível prender a atenção do leitor, a historinha de personagens do subúrbio carioca ou do interior fluminense, mas não adianta, Cony é chato como escritor como é chato no rádio ou na televisão. Perde-se, gagueja, não consegue concatenar idéias. Uma boa demonstração dos atuais ocupantes de cadeiras da ABL.

O piano estava desafinado, e a orquestra não era mais do que um disco com chiado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s