El libro del fantasma

El libro del fantasma, de Alejandro Dolina (Editora Booket), foi um livro que comprei no Aeroporto de Ezeiza (pelo qual paguei 40 pesos), para ler durante um vôo Buenos Aires – São Paulo – Brasília.

São vários contos que vão se costurando ao longo do livro, encomendado por um fantasma que morreu sem ter escrito o livro que lhe fôra encomendado, mas que já havia gastado todo o dinheiro correspondente ao livro.

O fantasma se apresenta a um homem comum, que sofre do mal de amor, e a este o fantasma pede que escreva umas “duzentos páginas de qualquer coisa”, e em troca lhe concederá o amor da mulher desejada pelo tal homem comum.

Ao longo das páginas do livro, o narrador menciona a vida de várias personalidades: Miguel de Unamuno, Carlos Gardel, Platão, Oscar Wilde, Shakespeare, Miguelângelo, Marx, Leibiniz e o Conde de Saint Germain, junto com pessoas comuns do bairro bonaerense de Flores.

O livro não é nenhuma obra de arte, mas é interessante a forma como os capítulos acontecem e se relacionam, além de ser uma boa fonte de cultura inútil.

Terminado de ler o livro, enviei-o por correio a meu amigo Emerson.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s